Arrancou em S.Tomé e Príncipe o exercício militar Gran África Nemo 2023 com apoio da marinha francesa e portuguesa

© Image Copyrights TVS
Font size:
Print

Foi esta segunda-feira aberto o exercício internacional Gran África Nemo 2023 em cerimónia que decorreu nas instalações da Guarda Costeira. Entre os dias 09 e 15 deste mês, serão realizadas várias actividades ligadas.
Gran África Nemo 2023 vai ser conduzido pelas forças navais da marinha francesa, onde participam também efectivos das marinhas de países da África Ocidental e Central. O objectivo é contribuir para a segurança marítima e da economia azul dos países envolvidos.
Durante os próximos sete dias, os países da África Central e Ocidental terão oportunidades para testarem suas capacidades e estratégias de segurança marítima. Nemo 2023 vai permitir também apoiar os países africanos envolvidos na busca de autonomia operacional no mar e facilitar a coordenação entre os vários intervenientes.
O ministro da Defesa e Administração Interna que fez a abertura desde exercício militar, sublinhou que além de aprimorar a segurança marítima, promove o desenvolvimento econômico e fomenta a cooperação entre os atores regionais no Golfo da Guine.
Para este exercício estão definidas três áreas de intervenção, nomeadamente, pirataria, contrabando, pesca ilegal, não declarada e pesca excessiva.
 

Comentário