Operação “Lua Cheia” de combate a criminalidade já resultou na detenção de “Pajó” e dois jovens acusados de falsificação de notas de 200 dobras

© Image Copyrights TVS
Font size:
Print

A Polícia Judiciária anunciou que vai continuar com a operação “Lua Cheia” que começou com a busca e detenção de “Pajó”. Foram também detidos dois jovens nacionais que falsificavam notas de 200 dobras. Uma operação que segundo o director da PJ, Wilsene Barros, visa combater a onda de criminalidade que se tem vindo a verificar no país. Participam na operação “Lua Cheia”, cerca de 19 inspectores da Polícia Judiciária.

Comentário