Guiné Bissau vai assumir a próxima presidência da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

© Image Copyrights TVS
Font size:
Print

Guiné Bissau vai assumir a próxima presidência rotativa da CPLP. A decisão saiu da XIV cimeira dos chefes de estado e do governo que decorreu este domingo na capital são-tomense. Marcelo Rebelo de Sousa, presidente da república de Portugal considerou ainda que será um salto qualitativo e uma oportunidade de projectar o país para o futuro. O chefe de estado português assinalou que a presidência da Guiné-Bissau, entre 2025 e 2027, sucedendo a São Tomé e Príncipe, vai coincidir com os 30 anos da CPLP.
O presidente da república de Portugal, avançou que a Juventude é a garantia da continuação da CPLP. Marcelo Rebelo de Sousa defendeu a colaboração entre os países para melhoria dos problemas que afectam os jovens.
 

Comentário