Grávida de quatro meses, Rosana da Cruz Umbelina, assassinada em Guadalupe, Ponta Obô, pelo marido foragido

© Image Copyrights TVS
Font size:
Print

Uma jovem de 22 anos, de nome Rosana da Cruz Umbelina foi assassinada esta quinta-feira pelo seu marido em Guadalupe. A vítima sofreu vários golpes de machim. 
Abdulay Viegas, o suposto assassino ainda não foi detido pela polícia.
Testemunha no local fala de um crime bárbaro. Traça um perfil, cruel, astuto e sem qualquer sentimento pela vida humana por parte do alegado criminoso.
Segundo a mãe da Rosana da Cruz Umbelina, que viviam num quintal familiar em Ponta Obô, Guadalupe, a mesma saiu logo pela manhã a busca de ingredientes para preparar o “calulú”, uns dos pratos típicos do país. 
 Rosana da Cruz Umbelina de 22 anos, era mãe de dois filhos e estava grávida de quatro meses.
Trata-se de um crime passional, familiares relatam briga constante entre o casal e acreditam que ciúmes está na base desta acção do Abdulay Viegas. 
O comando policial de Lobata confirmou que Abdulay Viegas encontra-se foragido, mas, garantiu que está em curso uma operação conjunta com a polícia judiciaria para a sua captura. 
 

Comentário