Primeiro-ministro voltou a reafirmar que o seu governo não vai se intrometer nos assuntos da justiça quando se pronunciava sobre o caso Rosema

© Image Copyrights TVS
Font size:
Print

O primeiro-ministro voltou a refirmar que o seu governo não vai se intrometer nos assuntos da justiça. Patrice Trovoada que foi interpelado pela imprensa sobre o caso Rosema no seu regresso ao país depois de uma visita de 24 horas à Ruanda, disse que é uma questão que tem a ver com justiça e o governo não faz grandes comentários em relação ao assunto. “É um desafio para a nossa justiça. É um caso com vários episódios”, afirmou Patrice Trovoada para depois sublinhar que é necessário deixar o tribunal trabalhar sem interferência e chamou a atenção para o sistema pela sua credibilidade que passará em ajudar ou não a trazer investimentos estrangeiros e até aos próprios empresários nacionais que correm riscos na prática de negócios. O primeiro-ministro voltou a dizer que Rosema é um caso complexo e antigo e quem não esteja dentro dos seus pormenores convém não fazer juízo e deixar que a justiça possa fazer o seu trabalho.

Comentário