Autoridades aduaneiras apreenderam medicamentos de origem duvidosa que chegaram ao país sem autorização do Ministério da Saúde

© Image Copyrights TVS
Font size:
Print

As autoridades aduaneiras apreenderam um número significativo de medicamentos de origem duvidosa e que chegou ao país sem a competente autorização do departamento farmacêutico do ministério da saúde. Facto que viola a legislação em vigor sobre a importação de medicamentos. São mais de 96 mil comprimidos diversos que foram apreendidos pelas autoridades alfandegárias.  Segundo, Ester Dias, Directora Adjunta das Alfândegas, a operação que resultou na apreensão de medicamentos enquadra-se da nova política de reforço do controlo de entrada e saída de mercadorias no país. Ester Dias, afirmou por outro lado, que a crise de cebola com que o país se confronta poderá ser minimizada com a chegada de alguma quantidade deste produto e outros bens essenciais provenientes da costa africana. Mercadorias que poderão ser postas no mercado nas próximas horas.

Comentário