Projecto “Zuntamon” financia o centro de arbitragem num acordo rubricado entre Governo, PNUD e BAD

© Image Copyrights TVS
Font size:
Print

Está dado o primeiro passo para operacionalização do primeiro centro de arbitragem no país. O acordo para o efeito foi rubricado este sábado entre o governo e o PNUD no quadro do projecto Zuntamon. O financiamento é do Banco Africano de Desenvolvimento em mais de quatrocentos mil dólares. 
A representante do PNUD considera que o sector privado é o grande motor para o desenvolvimento de S.Tomé e Príncipe. Daí que defende uma aposta séria neste sector de forma que ele possa ajudar a tirar o país da situação em que se encontra. Katarzyna Wawiernia anunciou também que a
construção da barragem sobre o rio papagaio vai responder 60 por cento das necessidades de energia na Região Autónoma do Príncipe. Os estudos estão avançados e o financiamento já está garantido pelo Banco Africano de Desenvolvimento.
 

Comentário